5 motivos para não usar WHMCS

53

Há um tempo atrás, eu estava conversando com uma pessoa sobre como o WHMCS era bom e como era completo. Nesta época, eu prestava serviços para uma empresa de grande porte e questionei o CEO sobre a possibilidade de usar o WHMCS em vez de termos vários sistemas para gerenciar. Ele ficou de dar uma olhada e o projeto acabou sendo deixando para segundo plano. Pouco tempo depois, retomei o assunto com o colega por conta da mudança de painel de HostDime Brasil – que passou a usar o sistema CORE igual a matriz. Desta vez, eu consegui ver porque grandes empresas não usam o WHMCS.

1 – Segurança

O motivo principal é segurança. Tá certo que o WHMCS não é o sistema de código aberto, mas também apresenta ocasionalmente um erro que pode causar alguma dor de cabeça. O fato de ser amplamente usado também facilita a criação de cadastros e pedidos falsos.

2 – Integração

O fato é que empresas de grande porte, em sua maioria, tendem a ter painéis de controle personalizados (vide Locaweb, HostNet, KingHost) e fazer uma integração pode sair muito mais custoso em termos de tempo e dinheiro do que começar um sistema do zero. O que acontece se você estiver em um ambiente não suportado pelo WHMCS?

3 – Atualização

Para quê estar sujeito às atualizações do Matt (criador do WHMCS) se sua equipe de desenvolvedores podem resolver uma incompatibilidade assim que ela surgir? E convenhamos, às vezes, o tempo de resposta no suporte não é exatamente o ideal para um empresa de grande porte. E quando vier uma atualização, isso vai exigir que eu refaça meu template?

4 – Especificidade

O helpdesk embutido no WHMCS é muito bom, mas será se pode substituir o Kayako (sim, eu sei que tem integração)? O sistema de anúncios é suficiente para deixar o blog de lado? E se eu quiser fazer uma promoção que acumule vários itens?

5 – Personalização

O WHMCS tem API disponível, você pode aprender a criar hooks e actions e deixar o sistema do jeito que você quer – ou quase.  O módulo para registro de domínios nacionais custa 200 dinheiros americanos – o que não é muito para uma empresa de grande porte (se alguém estiver usando, avise). O gateway para pagamento com cartão de crédito junto à Cielo também tem que ser desenvolvido ou comprado.

Enfim, não estou dizendo que o WHMCS é ruim, muito pelo contrário, defendo seu uso para nós, usuários pequenos a médios. Entretanto, vejo vários motivos para empresas de grande porte não usarem ele como solução de gerenciamento. Não tem nada que atenda uma empresa tão bem como um software desenhado por ela mesma. A maioria destas empresas até oferece o WHMCS como cortesia ou serviço adicional para seus clientes de revenda.

53 COMENTÁRIOS

  1. bom utilizo o whmcs no meu host, acho legal porém tem coisa demais na minha opnião o que termina atrapalhando um pouco para usuários mais leigos. tenho um produto com outro site, e resolvi utilizar o hostbill no mesmo, achei muito mais simples desde a configuração até o uso, além disso a admin já está em português o que facilita para usuários que não se dão muito bem com inglês (não é meu caso :D). já estou pensando em migrar para o hostbill em meu host também. Agora a minha vontade mesmo é ter um gerenciador próprio (se tivesse dindin pra investir pesado assim) 😀

      • Boa noite, Angélica.

        Eu envie o link de onde encontrar o modulo CIELO inclusive tenho planos de comprar em breve para abandonar o MOIP e PAGSEGURO, mais eu gostaria se possível que você tem alguma referência sobre esse modulo indicado de registros.br, gostaria de alguma dica de alguém que já utilize para verificar a possibilidade de compra.

        Atenciosamente;
        Marcel Venâncio

  2. Eu desconsidero boa parte desses itens. Na verdade considero apenas o item 3.
    Certa vez eu estava “brincando” com a API do WHMCS junto do extJS. Dá para deixar por água quase todos seus argumentos. Mas a questão não é o WHMCS ou HostBill ou seja lá o que for.
    Estamos falando de empresas de que tamanho? Locaweb, UolHost? Quantos desenvolvedores existem nessas empresas? É melhor ter um Akita fazendo seu dev e colocando todas as vírgulas que você quer no seu programa ou pagar por um pacote fechado e ter tudo pronto?

    Por outro lado, se você for fazer uma interface via API, assumiria o risco de não só manter a view da solução mas também o controle de tudo? Cada empresa tem uma visão, uma metodologia. Se ela tem um modo de trabalho que se encaixa fielmente no WHMCS, não usaria?

    Em tempo, acho que o item 1 está meio “perneta”. O que seria essa falha de segurança?

    Abs

    • Daniel, já pensou se alguma destas falhas de segurança que o whmcs sempre corrige permite acesso ao cadastro de usuários?
      Achei muito interessante a sua sugestão de manter o whmcs escondido e usar apenas via api.

      • Qual sistema nao tem falha?
        O OS tem falha, o cPanel tem falha, etc..

        Em quanto tempo o desenvolvedor consegue achar uma falha sem que tenha prejuízos? No caso do WHMCS as falhas são evitadas devido os testes anteriores a data da release. Claro, num sistema próprio você vai ter que testar também, mas será que consegue tantas pessoas para testar?

        Ps.: Eu cheguei a fazer algo no WHMCS via API e fica muito legal. Inclusive com acesso a outros sistemas. Fica bom, mas tem que ter tempo para desenvolver =/

        Abs

    • @dc8bea7fae7f6a51deab9a80df058db6:disqus  Ah que saudade de você!!! Pensei que tinha cansado de chatear a gente! E a empresa é essa mesma que você tá pensando. Manda um email e pergunta que vão te confirmar.

  3. Eu não gosto muito do whmcs, mas o uso e sei reconhecer que até a puco tempo era o melhor do mercado. Hoje o HostBill está no mesmo nível e até já pensei em migrar para ele.

    Mas hoje eu procuro algo mais simples, apenas um gerenciador financeiro em php e se possível de código aberto, sem integração com cpanel, registrars e tickets. O que eu preciso mesmo é da geração de faturas, controle de pagamentos/vencimentos, cadastros de clientes etc.

    • Maclei, na nossa página de gerenciadores existem algumas soluções deste tipo. Mas ainda assim a necessidade de cada um é diferente.
      Seria bacana construir algo em cima de algum framework, veja com algum programador.

      • Angélica, o que eu precisava hoje seria apenas um bom gerenciador financeiro apenas, sem integração com cpanel ou revendas de domínios. Só um bom controle de emissão de faturas, geração online de boleto e cadastro de cliente. Talvez até uma integração com o MoIP (que não é difícil de fazer, no Zendesk tem exemplos praticamente prontos).

        Na sessão que você indicou eu já dei uma olhada ano passado e não achei nada que atendesse a esses requisitos. Vou dar uma olhada novamente. Não precisa ser algo complexo, acredito que para pequenas empresas quanto mais simples e fácil melhor será.

        Se eu tivesse capacidade de programar e de fazer um fluxograma de um sistema desses, certamente eu já teria desenvolvido o meu.

  4. Muito bom, vou falar uma coisa aqui que muitos poderão achar ruim principalmente usuários de whmcs.

    Tenho saudades da época em que o web hosting era levado a sério, saudades de uma época em que as empresas de tecnologia de web hosting realmente eram empresas que produziam tecnologias, afinal web hosting está intimamente ligado a Tecnologia da Informação. 

    Mas hoje o que vemos é o contrario, uma pessoa que nunca trabalhou no segmento de web hosting, contrata uma template pronta e interliga em um whmcs da vida e pronto! Já pode dizer em alto e bom som em seu site que é uma empresa de ponta, de tecnologia, e que possui o melhor know-how do mercado, mas no final das contas é mais uma numero 999 de empresas em uma imensa fila das web hosting. 

    Mas existem profissionais sérios no mercado, que estão dia e noite e madrugada, quase perdendo suas vidas, desenvolvendo tecnologias para oferecer a esta industria, e na calada da noite um leigo vai la e monta sua empresa usando essas soluções prontas e ajuda a queimar o mercado e prostituir completamente.

    E isso ajuda a fazer uma coisa: paralisar o mercado, ficando concentrado de um lado os gigantes e do outro lado a sardinha, a tal evolução tecnológica de fato nenhuma acontece, do contrario se as empresas que decidem entrar nesta industria do web hosting pudessem e quisessem investir dinheiro, equipe e tempo para desenvolver suas próprias tecnologias, teríamos um mercado muito mais promissor, muito mais rico e bem mais saudável, essa historia de montar empresa de web hosting pronta para mim é a mesma coisa que consumir produto enlatado, é ruim mas é rapido, porém faz um mal gigante ao longo do tempo.

    Resumo: para que desenvolver uma aplicação de gerenciamento de web hosting se existem essas prontas? Ah para quem esta ligado com amor e paixão no segmento saberá muito bem a diferença, agora para quem quer entrar nessa apenas para ganhar dinheiro sugiro que também embarque nos sites de compras coletivas, ou compre um script de rede social.

    • Gostei das coisas que você falou, Luiz. Seria interessante traçarmos uma linha desde o momento em que se começou a vender “revendas de hospedagem” – vou até procurar saber sobre isso.

      Eu concordo com você: com o tempo, os “sobrinhos” vão acabar saindo do ramo (ou sendo forçados a se especializar e de fato aprender algo).

      Também não dá para ser genérico e dizer que soluções prontas são a besta do apocalipse, há por aí coisas como o Kayako e o Live Person. Aqui é o caso de ver o que lhe serve melhor, se algo pronto já atende suas necessidades ou se para suprir as suas demandas será necessário fazer algo personalizado.

    • Luiz, concordo apenas em parte com o que você disse.
      Normalmente as grandes empresas tem entre seus muitos departamentos uma equipe de designers e programadores. Acredito que a falta de profissionalismo do mercado parta mais deles do que propriamente dito dos pequenos, tendo em vista que eles só estão no mercado para ganhar dinheiro e não prestam sequer um serviço de qualidade. Pode citar qualquer uma das grandes aqui, que todas elas tem problemas. Ninguem entra no ramo de hosting pra fazer filantropia.

      Comprar um template e interligar ele no WHMCS não acredito ser o problema. Tem muita gente, assim como eu, que investiu num template e procura realizar o trabalho da melhor forma possível, agora, essa meninada ai que acha que descobriu a mina de ouro pagando R$ 29,90 em uma revenda ou paga menos de R$ 100,00 em um suposto VPS, no primeiro grande problema que tiver com sua revenda/vps e pegar um cliente enjoado pela frente vai desistir. Já vi alguns casos de gente assim aqui no Portal. Oportunistas, e não digo isso no mal sentido não, digo daqueles que veem uma oportunidade e querem aproveitar o que puder dela, vão existir em todos os ramos e isso pra gente que mexe com hospedagem não é ruim. Segundo a revista Pequenas Empresas Grandes Negócios aqui no Brasil 51% das empresas ainda estão fora da internet e não adianta a Locaweb patrocinar o Corinthians, a UOL colocar propaganda na ManagementTV, ou a gente divulgar em revistas e jornais locais ou enviar e-mail marketing toda semana que não alcançaremos essa galera toda. Precisamos dos pequeninos e oportunistas existirem para que os que de fato são empreendedores responsáveis sobrevivam.

      Desenvolver a aplicação não é o maior dos problemas. Eu mesmo trabalho desde o meu 10º cliente com boleto próprio pelo Banco Real, agora Santander. E tenho um sistema que atendia bem a demanda. O problema é que ele só fazia a parte financeira e não tinha automação. Tudo era feito na unha. Até daria pra pensar em melhorar ele, mas com soluções como o WHMCS e o Hostbill acho que isso fica um pouco desnecessário. Grandes empresas de todos os ramos, não só de hosting, utilizam soluções prontas de outras empresas para gerirem seus negócios.

      Acredito que o grande lance de tudo é a concorrencia. Um exemplo bem basico disso é a tradução do WHMCS. Isso era algo que o Matt não cogitava e o fato de ter aparecido o Hostbill fez as coisas mudarem. Essa concorrencia tende a se tornar mais acirrada com o tempo, tendo em vista que o Hostbill é bem mais novo que o WHMCS. Agora, bom mesmo seria se outras soluções profissionais aparecessem. Alguns até tentaram mas de forma amadora, a Angel já citou diversas vezes um deles aqui e eu outro dia andei falando de outro, que pra tentar me calar ou mudar minha opinião tentou me “comprar” com um papinho furado.

      Abraços,

      Pablo Leon

  5. Sei que não é o local correto, mais ainda falando em WHMCS…. o que sinto muito falta nele é de um contas a pagar, livrinho caixa, relatorio gerencial de balancetes na razao do contas a pagar com o que foi recebido dos clientes no mes…. alguem sabe de algum modulo etc neste sentido?

  6. 10 motivos para não usar o WHMCS: Edvan, Edvan, Edvan, Edvan, Edvan, Edvan, Edvan, Edvan, Edvan e Edvan.Os módulos do Edvan são bons (enquanto ele não aperta sua tecla “Desligar todos os módulos instalados em todos so WHMCS’s”.) Lembram do primeiro módulo direto do MOIP? Quantas pessoas não receberam durante dias até adquirir a versão paga? Na verdade, o whmcs só serve mesmo para quem recebe via boleto bancário e depósito em conta. Basta comprar um módulo do boleto php que tá tranquilo. Agora, o maior vilão – na minha opnião – de que o whmcs é ruim é que nem sempre as pessoas fazem algo free para a comunidade usar, ou aperfeiçoar. Existe por acaso algum módulo de pagamento que alguém não coma uma porcentagem em suas custas? A Moip cobra, Pagseguro cobra, PD cobra, Edvan cobra mais ainda. Alguém se habilita a fazer um módulo free do boleto php para que todos possam usufruir sem depender desses caras, e sem a tecla “desligar módulos de todos os WHMCS’s”? Sabe gente, uso o Magento como loja virtual e sabe o que eu acho legal? é que o magento além de ser um puta sistema e grátis. Claro que se você quiser um layout só seu ou você faz, otimiza um ou compra. Fora os templates free que existem. Já o WHMCS é pago e seus módulos também são pagos e fica um onte de gente querendo se dar bem em cima das mensalidades. Não! Obrigado! prefiro fazer minhas suspensões de conta manualmente e cobrar pelo boletophp enviado por email gerado via localhost mesmo. Pode parecer antiquado, mas pelo menos tenho certeza que não há mais ninguém levando nem um centavo meu. Obrigado! Desculpe se fui irônico.

    • Amigo, hoje em dia se você não quer pagar algo ou dar dinheiro aos outros pagando por módulos que são mais caros que a licença whmcs.

      É estudar e desenvolver seus própios módulos.

  7. Marcosc disse tudo, eu por exemplo não adianta reclamar, se eu não sei fazer algo, obviamente tenho que pagar para outro fazer pra mim… sobre os 5 motivos… na verdade no ramo que envolve uso de servidores, data centers, tudo se corre risco. esqueceram que o data center existe e está exposto a qualquer tipo de problema? desde desastres naturais a ataque terrorista. e ai depois? a culpa é de quem?  falha dos seguranças lá? se um avião vier por cima dele e bater com tudo, e ai ?

  8. Ao “Revoltado com WHMCS”.

    É visível que sua revolta contra o WHMCS se deve ao fato de que o Edvan sabe fazer e você não sabe. Ao fato de que ele (e outros tantos clientes dele) levantaram empresas de sucesso, enquanto você choraminga por querer ganhar dinheiro só pra você e ainda acha que deviam te ajudar de graça. Pessoas como você estão nos ‘999’ hosting fajutos que já foram mencionados mais acima nesta mesma página.
    No meu ponto de vista, o WHMCS é uma ferramenta poderosa. O Matt foi forçado a remodelar o modelo de negócio dele, em grande parte por causa do HostBill, mas outra grande parcela de “culpa” é do Edvan. Não simplesmente pela pessoa dele, mas porque ele forneceu um “acesso” facilitado à esta ferramente, através dos seus serviços e módulos. E essa “onda” de pessoas fez o Matt se mexer um pouco mais.

    As possibilidades abertas pela API do WHMCS são inúmeras. E o código, no que diz respeito às funções internas e à estrutura do banco de dados, está muito mais estável agora. Isso facilita a integração do sistema a diversos tipos de necessidades. Eu mesmo já desenvolvi sites de MMN fundamentados em um ‘produto’ de pagamento mensal no WHMCS. Pagamento em dia = site online, pagamento atrasado = site offline. Os dados do site, contatos, twitter, telefones, etc, podiam ser editados pela própria central do cliente. Fiz na v 4.2.1 do WHMCS e hoje, na 4.5.2, o mesmo sistema poderia ser utilizado sem problemas. Da mesma forma, fiz módulos de pagamento para atender as minhas necessidades, ainda na 4.1.2, e continuam funcionando.

    Além do mais, qualquer programador que se preze, instala seus módulos e integrações em um ambiente de testes antes de atualizar o WHMCS que está “em produção”. Se você não faz isso, é amador.

    • Oi, @google-d8347bbbce650c1eab2a565a3f0d71dc:disqus  Eu também sou fã demais do whmcs, uso como meu sistema principal e para todos os meus pagamentos.
      As pessoas interpretam o tio Ed muito errado. O cara tá no direito de ganhar o dinheiro dele e ajuda muito a gente (inclusive a mim) mas as pessoas não estão satisfeitas – nunca estão.
      É muito justo o que você falou sobre ele ter ajudado na evolução do serviço deles. Obrigada pela contribuição.

    • Boa, verdade o WHMCS é um divisor de águas, eu uso como ERP, e desenvolvo Sistema em cima dele , Sistema de WHMCS MMN, Sistema de Cirador de Sites. Por causa das possibilidades que ele tras. Se não fosse blogs como esse e do Edvam não teria f]descoberto o WHMCS.

  9. Eu tambem tenho minha empresa de host, uso WHMCS desde do inicio gosto muito dele e acho uma ferramente muito completa e pra quem não sabe a versão nova do whmcs ja tem painel em portugues kkkk, ja usei outro tipo soft4you de outras empresas que é uma porcaria, como citado acima hostdime usa o Core ja algum tempo e ainda hoje é está em testes, o atendimento demara muito dentre outras. Ainda não achei um melhor que whmcs e tabem não quero investir em uma ferramenta proprio pois o custa será imenso, eu uso WHMCs e recomendo.

  10. O WHMCS é um sistema muito bom mesmo, mais ele tem seus pontos fraco. Sobre a “Integração” é o mais difícil, pois a pessoa tem que ser muito boa em HTML,PHP e CSS para poder colocar o tema do site no WHMCS.

  11. É um prazer conhecer todos vocês e menciono logo de cara que, estou entrando no mercado de host e estou muito cansado de tanto estudar. Faz dois anos que estudo de manhã, de tarde, de noite e madrugada a fora! comecei estudando html, logo css, javascript, php e agora estudando java. Confesso que é difícil mesmo para muito como eu começar alguma coisa do zero e fazer sucesso. Sou casado e tenho 3 filhos e a minha maior preocupação são eles. Por mim ficar rico tanto faz. Meus filhos precisam de alimentação e educação, digo para todos que sonham em chegar ao fim da vida e olhar para traz dizendo. “Minha vida não foi fácil, mais, quem teve vida fácil?” aos poucos vou aprendendo e criando. Utilizo muitos free e módulos pagos. Penso que a dedicação transforma ao sucesso. Comecei sem dinheiro e estudando na internet. não tenho um diploma na área e fico feliz e satisfeito com os resultados. Hoje clientes me procuram para soluções e consultorias. 
    Sem dinheiro não ganha dinheiro, a maioria das pessoas que conheço sonham em ficar ricas, mais, trabalhar que é bom nada. Sonhar com a mega sena até eu! Mais não jogo. Prefiro ter os pés no chão. 
    Quero lembrar a todos que os grandes nem sempre foram grandes. Muitos começaram do zero e em garagens. Faça parte do times dos campeões. Mesmos os grandes sabe da importância de investir para ganhar.

    De alguma forma você deve investir! Seja com dinheiro ou dedicação.
    Sucesso para todos e boa sorte.

    Anderson Ramos 

  12. Amigo, falar por falar qualquer um faz e, infelizmente, na internet existem muitos “sobrinhos” que falam o que quer, sem citar fontes ou provas que comprovem o que está falando. Tente ser profissional e pára de falar bobeira. Por acaso, conhece o novo WHMCS 5? Acho que não! Quem ler isso, toma cuidado com bobagens. Abraços..

  13. Oi Galera, tentei curtir a página de vocês no Facebook, mas o link que vcs tem nessa página não redireciona para a fanpage de vocês. Também busquei pelo próprio facebook e não encontrei.

  14. cara criu meu proprio… estudo php a 4 anos, crie um help desk coloquei o modelo de pagamento pagseguro, e boleto, e uma contagem de tempo é o tempo que cliente pagou serviço,, é simples tipo conta do cliente e adminsitrador, perguntas via help desk, modelo de pagamento pagseguro e contagem de tempo é sao dias mess e anos que o cliente pagou o a hospedagem simples.. um design bonito,a meu gosto,, mas é meu… 3 meses para desevelver,,, quero acrescenta mais coisa no futuro,,,mas vou dizer tem que te ja um conhecimento em php do intermediario no minimo, e tem que ter tempo disponivel,,, mas quebra um baita galho e funciona, sem paga um tostao par aninguem

  15. Esse é o tipo de tópico imundo e sem nenhum benefício para a maioria das pessoas que estão lutando no Brasil por “sobrevivência”. Alguns que já estão tranquilos com boas quantidades de reais no banco nem ligam, mas e quem não tem? Quem tem filho pra criar? As responsabilidade comuns da vida? Emprego difícil entre outras coisas, essa ferramenta é muito boa sim, pra quem está iniciando vale a pena conhecer, para ter seus lucros e sua empresinha em casa. Seria muito bom que tivesse um WHMCS gratuito pra foder essas empresinhas desses otários que estão se achando alguma coisa por conta de ordem de chegada, mas o mercado as vezes é traiçoeiro e quem está em cima hoje amanhã poderá estar em baixo e eu torço e muito pra quem hoje esbanja luxuria e poderio imperial nesse ramo se foda bem muito, e fique pobre durante um bom tempo pra aprender a valorizar a vida e começar a ver as coisas de anglos diferentes.

  16. Estou de acordo com o anônimo acima! l todo o post o que eu posso dizer é tenho 3 filhos, estou desempregado, conheço linguagem web a algum tempo mais nunca tive oportunidade de subir na vida e agora consegui um dinheiro emprestado para iniciar com muita dedicação, sacrifício uma revenda de hospedagem. Para minha tristeza encontrei o sistema WHMCS pago, dae falam ááá custa só 15 $ por mês mais se você colocar na ponta do lápis no mês pra quem não tem nada e esta iniciando é muito. Peço que venham compreender a situação dos menos providos de meios financeiros. Alguns aqui começaram do zero e hoje são autossustentáveis outros como eu estão buscando um lugar debaixo do Sol.

    Assim que eu me estabilizar posso sim pagar a licença de 15$ mensal sem problema mais por enquanto, num período aproximado de uns 3 meses eu vou de WHMCS NULL até mesmo pra conhecer melhor a plataforma.

    NÃO estou roubando nem pirateando, apenas conquistando o “leite” dos meus filhos! e se alguém aqui nunca usou ou baixou um produto sequer pirata ou sem autorização atire a primeira pedra!

  17. Pra mim nada a ver, olhe o custo que voce paga em um WHMCS mensal, e os inumeros benefícios? Iniciar um projeto do zero seria imensamente um custo maior. As atualizações que eles mandam nunca alteram o layout. e pra qualquer aplicação é possível ser personalizado e adaptado…senao tivesse esse gerenciador estariamos todos lascados..

  18. Pra mim nada a ver, olhe o custo que voce paga em um WHMCS mensal, e os inumeros benefícios? Iniciar um projeto do zero seria imensamente um custo maior. As atualizações que eles mandam nunca alteram o layout. e pra qualquer aplicação é possível ser personalizado e adaptado…senao tivesse esse gerenciador estariamos todos lascados..

  19. somente o item 3 é critico. Os demias são tranquilos e indicado mesmo para grandes empresas.
    desenvolver um software como esse é no minimo 1 ano com uma equipe de 4 pessoas.
    ou seja um investimento de no minimo 200k

    • Esse artigo foi escrito em 2011 pela Angélica, houve um problema na base de dados do wordpress e os artigos escritos por ela ficaram em meu nome.

      Realmente a atualização deixa a desejar.

  20. somente o item 3 é critico. Os demias são tranquilos e indicado mesmo para grandes empresas.
    desenvolver um software como esse é no minimo 1 ano com uma equipe de 4 pessoas.
    ou seja um investimento de no minimo 200k

    • Esse artigo foi escrito em 2011 pela Angélica, houve um problema na base de dados do wordpress e os artigos escritos por ela ficaram em meu nome.

      Realmente a atualização deixa a desejar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here